Em épocas de baixa, sobrevive o modelo inovador!

Por Karol Oliveira
Gestora de Inovação e Especialista em Desenvolvimento de Novos Negócios, eleita Líder de Inovação Norte/Nordeste 2019.

Me questiono: se algo já foi feito e deu certo, por que não adaptar e replicar? Tem momentos que você não precisa reinventar a roda, mas sim ter humildade para aceitar práticas já aplicadas no mercado e ajustar pra sua realidade!

Um grupo de pesquisadores de Harvard analisou mais de 40 empresas que cresceram em cenários de adversidade para saber o que possuem em comum e, dentre as conclusões obtidas, quero te trazer cinco delas para você aplicar e tentar sobreviver a essa fase.

Um modelo de negócio inovador é…

PERSONALIZADO

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Tudo que é para todo mundo, no final das contas não vende para ninguém. Dentro do seu público segmentado, busque modos de personalizar o consumo entendendo o desejo do seu cliente. Imagina se a loja que eu compro cosméticos fizesse a análise dos meus dados e de forma inteligente pudesse me sugerir novos produtos? Exemplo é o aplicativo Endel (na imagem), que a partir do clima/ astral monta a playlist ideal, não segmentando por gênero musical (pagode, funk, sertanejo) e sim por alegria, tristeza, saudade e etc.

COMPARTILHÁVEL

Saímos da geração do ter e vamos para o do usufruir. Quando criamos soluções que permitem as pessoas compartilharem algo, além de diminuirmos custos, geramos o sentimento de comunidade. Não vamos ter um imóvel de luxo na praia ou montanha, usamos Airbnb. Não queremos gastar com parcelas de carro, ipva, seguro e gasolina, temos o Uber VIP. Não precisamos comprar casacos caros para usar numa viagem, alugamos a roupa (startup RentStyle em São Paulo). 

CIRCULAR

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Nada em nossa vida é linear, então por que a cadeia produtiva deveria ser? Produtos que retornam para serem matéria prima novamente nos ensinam o quanto desperdiçamos recursos próprios. Um exemplo dessa prática é uma marca que sou fã, a Dobra! Recebem as carteiras de volta, dão desconto na nova compra e reaproveitam o material. Economia circular traz sustentabilidade, algo que temos procurado bastante.

COLABORATIVO

Um negócio que permite ser co-criado junto ao cliente cresce porque escuta quem realmente compra o serviço/produto. A maneira mais simples de fazer isso é quando temos ranking de avaliação nas compras ou conexões realizadas na plataforma, assim você permite aos próprios usuários elegerem os melhores no ambiente digital, trazendo engajamento confiança. Um exemplo são os sistemas de cotação ou busca de fornecedor, optamos na maioria das vezes pelos mais bem avaliados 😉

ADAPTÁVEL

Quando você se apaixona pelo problema, tem um negócio. Quando se apaixona pelo negócio, você tem um grande problema!

Em momentos de mudança, são mais rápidos os que demonstram menos resistência ao novo cenário e aqueles que estão totalmente apaixonados pelo seu negócio costumam não ver defeitos nele ou ter maior resistência a mudá-los. Não é mais uma opção estudar Métodos Ágeis, é questão de manter negócios de pé. Um exemplo dessa adaptação ocorre no setor logístico, quando a Amazon lança suas entregas de drone, deixando claro que manterá seu padrão, diminuirá o contato humano (Low Touch Economy) e ganhará agilidade.

Em resumo, você não precisa aplicar todos eles no negócio em que faz parte, mas entender qual dessas opções pode ser viável para que você adapte seu modelo e tente ir na contramão dessa crise!


Conheça Karol !!!

Karol Oliveira

Gestora de Inovação com foco na habilidade de Problemas Complexos, Karol é especialista em inovação aplicada em corporações e startups. Em 2019, foi eleita Líder de Inovação Norte/Nordeste pelo prêmio Innovation Leader.

Iniciou no mercado de trabalho como docente na disciplina de Física voltada para concursos da Aeronáutica e Marinha. Deu start na sua carreira de negócios na área comercial e em seguida teve sua startup onde recebeu investimento anjo. Anteriormente foi consultora do Porto Digital, um dos maiores parques tecnológicos do cenário nacional.

Com uma vasta experiência em diferentes segmentos do mercado e devido a paixão por novas histórias, hoje além dos projetos, treinamentos e palestras, também é mentora de novos negócios em centros de inovação distribuídos pelo Brasil.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s